sábado, 25 de maio de 2013



Não te tocar, não pedir um abraço, não pedir ajuda,
 não dizer que estou ferido, que quase morri, não dizer nada,
 fechar os olhos, ouvir o barulho do mar, fingindo dormir, 
que tudo está bem, os hematomas no plexo solar, 
o coração rasgado, tudo bem.

Caio Fernando Abreu

0 comentários:

Postar um comentário

:a   :b   :c   :d   :e   :f   :g   :h   :i   :j   :k   :l   :m   :n   :o   :p   :q   :r   :s   :t